Aborto na Argentina – A conquista de um direito

Na madrugada do dia 30 de dezembro de 2020, foi aprovada no senado argentino a lei que garante assistência segura, legal e gratuita a qualquer pessoa que queira realizar a interrupção da gestação

A lei 27610 altera o código penal argentino que, desde 1921, considerava, crime a prática do aborto nas gravidezes que não fossem oriundas de violência sexual ou que pusessem em risco a vida da pessoa grávida.

Para compreender os impactos dessa nova legislação argentina e sentir um pouco como está o clima no país vizinho, conversamos com Federico Bordon (@bordonfederico – Instagram) e Maria Flávia (@flariamavia – Instagram), médicos argentinos que fazem parte da Asociación Sexológica del Litoral (@Aselsexologia – Instagram e Twitter). A apresentação foi de Rubens Cavalcanti.


Vinheta e edição: Rubens Cavalcanti

Músicas:

I Don’t Smoke – Mythical Score Society
She Knocks – Lukas Amil
Tango de Manzana – Kevin MacLeod


Apoie o Medicina em Debate:

https://www.catarse.me/medicinaemdebate


Twitter – http://www.twitter.com/medicinaemdbt
Instagram – http://www.instagram.com/medicina_em_debate
Facebook – http://www.facebook.com/medicinaemdebate
Telegram – http://t.me/medicinaemdebate